Grupos de Trabalho SIRGAS

As atividades desenvolvidas no SIRGAS são coordenadas por três grupos de trabalho:

SIRGAS-GTI (Sistema de referência) se encarrega do estabelecimento e manutenção da rede geocêntrica continental, sendo esta uma densificação do ITRF. Este objetivo foi alcançado inicialmente por meio de duas campanhas GPS no continente, uma em 1995 (SIRGAS95) com 58 estações e a segunda em 2000 (SIRGAS2000), com 184 estações. Atualmente, o SIRGAS está materializado (realizado) por uma rede com cerca de 400 estações GNSS de monitoramento contínuo (SIRGAS-CON), cujas coordenadas são calculadas semanalmente pelos Centros de Processamento e Combinação do SIRGAS.

SIRGAS-GTII (SIRGAS em nível nacional) primeiramente é responsável pela definição do Datum Geodésico SIRGAS nos países membros do SIRGAS. O sistema SIRGAS é definido pela origem, orientação e escala, além dos parâmetros do elipsoide GRS80. Atualmente, o grupo de trabalho está concentrado em promover e apoiar a adoção do SIRGAS em todos os países da América Central e Caribe, mediante densificações nacionais da rede continental.

SIRGAS-GTIII (Datum Vertical) se dedica à definição e realização do sistema de referência vertical unificado, estabelecido no contexto de um sistema global. O propósito central é referenciar os números geopotenciais (ou altitudes físicas) de todos os países membros do SIRGAS à mesma superfície equipotencial (W0), cuja definição deve ser de caráter global. Isso também inclui a transformação dos data verticais existentes para o novo sistema.

Buenos Aires, Argentina
September 16-20, 2019

Rio de Janeiro, Brazil
November 11-14, 2019

Rio de Janeiro, Brazil
November 6-8, 2019